Centro btt da Pampilhosa da Serra

No último fim de semana fomos até ao centro btt da Pampilhosa da Serra!Hora combinada para sair, 7h30. Para variar os atrasos do costume! A manhã estava fria e a sorte foi o café estar aberto, deu para nos resguardarmos do frio enquanto esperavamos pelos dorminhocos.

Bicicletas carregadas e pusemo-nos a caminho. Fomos em direcção ao Fajão e poupámos vários kms, evitando ida ao centro da Pampilhosa. Chegados ao centro btt, montámos nas “burras” e demos ao pedal. Os primeiros 5 kms foram feitos maioritariamente por alcatrão até a um single track espectacular que termina numa ribeira. “Burras” às costas e toca a subir as escadas. Mais uma ligação em alcatrão até chegarmos a um estradão de terra batida. Fizemos uma paragem na albufeira para descansar, repor energias e tirar umas fotos. O local é lindíssimo!

Novamente no estradão, sempre a rolar, para mim foi quase a morte do artista. O pessoal está com um  andamento elevado obrigando-me a um esforço complementar para os acompanhar (mas não dei parte fraca). No final, uma ligação, a subir, até a um single track longo e algo técnico que nos levou de volta ao ponto de partida.

Banho tomado seguiu-se o almoço, no restaurante Pôr do Sol. O cabrito assado e os maranhos estavam deliciosos (já para não falar do vinho da casa!). O almoço foi demorado porque o convívio estava animado e o pessoal do restaurante fez-nos sentir em casa.

No regresso, uma paragem na Póvoa da Cerdeira para a jeropiga da praxe. A tarde continuou em grande e prolongou-se até às 19h00 (imaginem a tareia que foi!).

O centro btt está equipado com banho de água quente (0,50€ por 10 minutos), lavagem de bikes (1,00€ e de água fria, quase que apetece levá-la connosco para o duche 🙂 ), ferramentas e compressor para encher os pneus. O trilho (18), na generalidade, está bem marcado, mas é preciso ir atento para ver as placas. É composto por algumas ligações em alcatrão e muita estrada de terra batida que permite rolar sempre em mudança alta. Pelo meio e no final, tem dois single tracks muito porreiros! Resumindo, a repetir para experimentar outro percurso.

Artigos relacionados: Fotos Video

 

Share Button
Bookmark the permalink.

Comments are closed