Volta das urtigas

Segundo a wikipédia, as propriedades da Urtiga incluem ação anti-inflamatória, diurética, analgésica e estimulante do apetite. Por esta ordem de ideias vamos passar incólumes à gripe neste inverno, vamos andar a correr para os urinóis durante uns dias e vamos engordar uns kg; tal foi o massacre por que passámos ontem numa “plantação” de urtigas num trilho que começámos a arranjar (esta parte ainda não foi intervencionada).

Iniciámos a ida à Albergaria pelo troço da Candosa (rola-se muito bem e a paisagem é fantástica), para depois testarmos, após as chuvadas recentes, o novo trilho das antenas na Portela de Góis. Ao contrário do que pretendíamos não se rola muito bem, o piso ainda está muito mole e não permite que se role à velocidade desejada, no entanto e tendo em conta que ainda não está acabado, iremos alterar um pouco para que a descida até ao tanque da água se faça com mais rapidez e mais adrenalina.

De seguida descemos aos Caselhos para “inventar” uma ligação até ao trilho que estamos a preparar, neste caminho fomos fustigados por silvas e calhaus (sim, calhaus, não eram pedras) que obrigou ao transporte das bikes à mão e às costas. Quando a malta se mete em sítios desconhecidos dá nisto mas foi engraçado! Mal sabíamos o que nos esperava mais a baixo…

Apesar de conhecermos o novo trilho (tínhamo-lo percorrido a pé na semana passada) e de Captura de ecrã - 2014-10-20, 17.49.22sabermos que teríamos que fazer PTT em alguns sítios, não contávamos com uma zona cheia de urtigas e que bem nos tramou a vida (á noite ainda tinha a perna a latejar, parecia que tinha acabado de ser picado por uns quantos mosquitos, nem o creme aliviou a irritação nas pernas!). A seguir a este percalço e já na parte limpa constatámos que o esforço em arranjar toda a extensão do carreiro (cerca de 2,5kms) será bem empregue, vai ficar 5** e se lá colocarmos a tal ponte de que se falou então será mesmo top.

Uma palavra de apreço ao esforço do Kilho que no dia anterior passou por lá de mota para calcar terreno e ficou atascado, foi obrigado a livrar-se de algumas mimosas caídas e viu-se, literalmente, à rasca para sair de lá. De bike não é fácil, imagino de mota…Tens que te dedicar novamente a vir dar umas voltinhas connosco, nem sabes as aventuras que perdes!

Boa semana e boas pedaladas

Artigos relacionados: Video Fotos Track Gps (obg ao Tózito pela partilha)

PS: O passeio de ontem contou com um elemento novo e acho que não volta mais, tais as peripécias por que passámos 🙂 (Pedro, sei que curtiste, para a semana há mais).

Share Button
Bookmark the permalink.

Comments are closed