Névoa do Trevim

Domingo, dia de avalanche na serra da Lousã, pretexto para irmos ao Trevim! A ideia não era participar na prova mas voltar aos trilhos do fox enduro race e aproveitar para ver a malta que ia participar na avalanche.

A ida foi difícil (pelo menos para mim, pois já não andava há 15 dias), subimos pela Pena e Aigra Velha, um acumulado de mil e muitos metros!

Chegámos ao topo por volta das 11:00 com muito nevoeiro e pouca gente, a roulotte da cerveja estava vazia (o fria apertava) e malta para a prova escasseava (o inicio era apenas ás 14:00H mas pensámos que haveria bastante gente nos treinos, engano). Ficámos por lá IMG_3024cerca de 15 minutos, o suficiente para comer qualquer coisa e arrefecer, depois arrancámos em direção aos trilhos mas ficámos desiludidos: Muita pedra, valas feitas pela água, fetos e vegetação mais alta que nós…valeu pelo desafio e companheirismo…

Não ficámos por aqui, quando descemos para Vila Nova do Ceira ainda fomos ao trilho que abrimos no Cabril, qual o nosso espanto quando, no forno, dêmos de cara com o Migas e Hugo, de enxadas na mão a “ajeitar” o trilho. Desta vez não tinham jeropiga, apenas vontade de cavar, pretexto para “cavarmos” dali para fora, seguimos caminho para casa, hora do banho e almoço.

Para a semana há mais, vamos ao passeio dos Patos do Mato, em Tomar. Se o percurso for como o almoço programado (porco no espeto e sopa da pedra), vai ser uma manhã em grande  🙂

Artigos relacionados: Fotos Track GPS Trevim.gpx.gpx Video

Share Button
Bookmark the permalink.

Comments are closed