Trevim em queda

Finalmente o sol deu ar de sua graça, já tinha saudades de pedalar com bom tempo…42 Kms e 1800mts de acumulado foi a marca da volta de ontem, a partir do Esporão o sol foi nosso companheiro de viagem, lá em baixo estava tudo coberto de nevoeiro, o mesmo cenário quando chegámos ao Trevim:  Lousã e Castanheira de Pêra estavam debaixo de nuvens, a paisagem era magnífica!

Para chegar ao topo tivemos muito que trepar, com a agravante de termos geada no xisto que cobria a estrada que vai dos Povorais até ao Trevim, uma subida já de si exigente e com as condições do piso a aumentarem o  nível de dificuldade para os oito Sem limiteBttistas. Valeu a pena porque depois…depois foi sempre a descer! Por trilhos danificados pela chuva (muitas rilheiras) originando muitas quedas. Ontem batemos o recorde de quedas numa só volta, (penso que foram dez) sem danos de maior mas com malta a cair três vezes e a bater o seu próprio recorde, se estivéssemos nos jogos olímpicos…Ainda assim vale a pena, não só pela camaradagem mas também pela paródia e pelas paisagens que a serra da Lousã nos proporciona.

Esta volta serviu para rever o nosso amigo Joãozito, já há um par de meses que não aparecia (outras prioridades falaram mais alto), sei que lhe custou imenso fruto da falta de “treino”, mas com o pessoal a puxar por ele e com espírito de sacrifício tudo correu bem.

Depois dos single tracks por meio dos pinheiros chegou a hora de descer pelo estradão de terra até à Albergaria, na Ponte do Sotão, de seguida foi hora de regressar a casa para descansar as pernas.

Volta exigente a puxar pelo pessoal que já está a pensar na meia maratona de Arganil, Penacova e Miranda do Corvo, venham elas!!

Boa semana e boas pedaladas 🙂

Track GPS Fotos Video

Share Button
Bookmark the permalink.

Comments are closed